Guia Feambra

Informativo Feambra - Dezembro/2007

Palavra do Presidente                                                                            
 
A palavra natal designa de nascimento. Na antiguidade, havia uma festa pagã onde se comemorava O SOL. Era quando ocorria o solstício do Inverno, tempo em que o Sol, o mais afastado possível do Equador, aparentava estar estacionado durante alguns dias tornando a noite do dia 24 para 25 de Dezembro, a mais longa do ano. Após esta longa noite se festejava a chegada do SOL. A Igreja católica utilizou-se desta data para comemorar a LUZ que nascia, como sendo o nascimento de Jesus.
 
Hoje  os tempos são outros e o aquecimento global alterou as estações e a temperatura da Terra mas, a  data em que Cristo nasceu , apesar de parecer o contrário, se fortalece cada vez mais e cada vez mais, o Filho de Deus é lembrado. Em nosso país, a capital do Rio Grande do Norte – Natal - teve a origem do nome , de acordo com sua história,  com a invasão de uma esquadra sobre a cidade no dia 25 de Dezembro de 1597 e a construção de um Forte, conhecido como Forte dos Reis Magos,  no dia 06 de Janeiro de 1958, Dia de Reis, um lindíssimo museu a céu aberto.
 
Lá, estão também, dentre os museus mais visitados e importantes na cidade, o Memorial Câmara Cascudo que conta a historia do sociólogo que passou a vida estudando a cidade de Natal; o Museu da Cultura Popular e o famoso Museu de Arte Sacra.
 
É prazeroso sentir o espírito desta data tão festejada em todo mundo e lembrar de Natal  cidade, com belos presentes culturais a serem vistos para as próximas férias.

Um ótimo NATAL e um Próspero Ano Novo a todas as Associações de Amigos de Museus do Brasil. Que possamos juntos, sempre, agradecer pelas bênçãos dos Céus!
                                                                                                        
José Marcelo Braga Nascimento 
Presidente da Fambra

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Noticias Nacionais

Museu da Língua Portuguesa inaugura exposição de Gilberto Freire


O Museu da Língua Portuguesa abriu no começo do mês, a exposição Gilberto Freire – Intérprete do Brasil, homenageando o artista e destacando sua prosa sedutora que encantou a todos como aconteceu com a obra Casa Grande & Senzala.

A exposição conta com telas de Gilberto, e com corresponencias trocadas entre amigos nas primeiras edições de seu livros, e também com documentos usados em sua obras como Ordem e Progresso.

A Fundação Gilberto Freire foi a responsável pelo empréstimo de todo o material da exposição, cujos curadores são Júlia Peregrino, o pesquisador Pedro Karp Vasquez e a cientista social Élide Rugai Bastos.

Dividida em área temáticas a mostra passa a impressão de estar adentrando a casa de Freire, criando  assim um ambiente familiar. O primeiro núcleo é dedicado à  formação da sociedade brasileira, e encontra-se nele textos de pesquisas para seus livros. O outro núcleo mostra  um Gilberto mais preocupado com a ecologia e hábitos alimentares.  – As receitas secretas, familiares, reunidas no clássico “Açúcar” recolhidas em engenhos, são algumas das peças raras da mostra, ao lado de documentos que comprovam seu pioneirismo na preservação da flora brasileira e de nosso patrimônio artístico e arquitetônico, diz o curador Pedro.

A exposição vai até Maio de 2008.

Endereço: Praça da Luz, s/nº , Telefone: (11) 3326 – 0775
Horário: Terça a domingo, das 10 às 17h.
Valor do ingresso: R$ 4.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Programa em Museu leva Policiais ao Masp


Graças ao Programa de Acompanhamento e Apoio ao Policial Militar
( PAAPM) que existe desde 2002, policiais com problemas de stress de trabalho ou questões familiares estão passando por uma temporada no Museu de Arte de São Paulo. O programa dura cerca de 17 dias e atende 700 policiais ao ano.

As oficinas são formadas por artistas plásticos, que ensinam a criar esculturas, pintar com tinta guache e encenar peças teatrais, além de dar acompanhamento nutricional, educação física e discussões sobre os problemas enfrentados pelos PMs.

O tenente-coronel Wilson de Souza Lima afirma que qualquer policial que esteja passando por problemas pode procurar o PAAPM e de quebra pode se interessar pela arte e virar um visitante assíduo.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
                                      
Bienal do Mercosul está agora em São Paulo

Acontece a 6ª Bienal do Mercosul agora em São Paulo.

Na capital paulista, a mostra conta com apenas cinco agrupamentos, no lugar dos nove originais.

A Bienal promete inovar. Segundo Perez-Barreiro, esta edição oferece um olhar do Mercosul para o mundo, um olhar que parte do particular para o geral.

São cerca de 250 obras de 67 artistas, vindos de 23 países, sendo eles do Mercosul e também de outras localidades como Estados Unidos, Líbano, Bulgária, Portugal, Inglaterra e Suíça.

A exposição é dividida em três segmentos:

Em Conversas  se explora as relações entre artistas contemporâneos e o cenário artístico global por meio de obras de arte, ocorrendo assim  um diálogo.

Três Fronteiras conta experiências da Tríplice Fronteira( Paraguai, Argentina, Brasil) região com grande fluxo econômico, político, cultural, e lingüístico.

Zona Franca apresenta as mais recentes obras de arte, com todos os formatos, tipos e tamanhos, destacando obras do carioca Cildo Meirelles.

A Bienal também escolheu três artistas para representar as exposições monocromáticas: o uruguaio Francisco Matto, o sueco-brasileiro * Öyvind Fahlström,  e Jorge Macchi, da Argentina.

Os curadores acrescentaram um dos vídeos mais famosos da dupla suíça Peter Fischli & Davi Weiss, chamado "Do Jeito que as Coisas Vão" de 1987.

Nessa bienal uma das propostas foi diminuir o poder do curador, proposta essa que alcança êxito, como ocorre em outros dois agrupamentos importantes de "Conversas", tendo no brasileiro Waltercio Caldas e na Argentina Liliana Porter, suas origens. Ambos misturam linguagens/ som no primeiro caso, texto no segundo, ampliando as potencialidades das artes visuais.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

FAHSLTRÖM VAI À PINACOTECA
Depois da individual na Bienal do Mercosul, o sueco-brasileiro Öyvind Fahlström terá 19 obras expostas em São Paulo a partir de sábado dia 8 de Dezembro

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Quatro anos de Galeria de Arte Urbana são comemorados com exposição

Acontece em São Paulo uma exposição em homenagem aos quatro anos da Galeria Choque Cultural, que apresenta dos artistas Magôo, Presto,Carlos Dias, Z-Norte e Silvana.

Inaugurada em 2 de novembro de 2004, a galeria preenche suas coletivas com exposições também individuais. Uma diferente mostra de arte que podem chocar alguns e surpreender a outros.

A exposição conta com peças muito bonitas, que são a cara de São Paulo. Lembrando que a Galeria Choque Cultural tem como objetivo trazer a arte urbana para os holofotes e valorizá-la, mostrando que a arte pode surgir de qualquer classe social.
 
Abertura: 10 de Novembro de 2007, sábado, às 16 horas. A exposição segue até 22/12/07. na "casa" da Rua João Moura, 997 em Pinheiros.
Informações: (11) 3061 405

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Cadastre seu Museu no Sistema Brasileiro de Museus


O Sistema Brasileiro de Museus(SBM) , está mapeando todos os Museus Brasileiros de acordo com as Regiões. Se você ainda não cadastrou seu Museu, acesse o site www.museus.gov.br e preencha todas as informações necessárias e pertinentes.
Suas informações são importantes para entendermos a situação cultural do nosso país e assim poder ajudá-lo.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Noticias Internacionais
   
Novo Museu é aberto em Nova York


Nova York ganha mais uma bela peça de arquitetura e arte o New Museum of Contemporary Art, um centro cultural criado em 1977 e que agora foi reaberto em outro endereço. O lugar em questão, foi projetado pelos arquitetos japoneses da empresa Sejima + Nishizawa/SANAA e é formado por cubos retangulares dispostos de forma irregular, desafiando a gravidade.

O New Museum foi criado em 1977 por Marcia Trucker, curadora do Museu Whitney durante muitos anos, de 1969 a 1977, tendo sido responsável por grandes mostras individuais de artistas como Bruce Nauman (1973), Richard Foreman (1975), Robert Wilson (1975) e Richard Turtle (1976).

Entre 1997 e 2003, o museu foi responsável por uma série de provocativas mostras individuais,  destacando-se obras de artistas brasileiros, como Cildo Meireles, em 2000, e Helio Oiticica, em 2003. Em Setembro de 2005, a curadoria ficou com Richard Flood.

A mostra inaugural, Unmonumnetal, ocupa 3 andares e  investiga o uso da colagem como expressão artística contemporânea. Conta com 80 obras de 30 artistas, destacando nomes como Ugo Rondinone. O mostra ainda homenageia a antiga curadora, morta em 2006.