Guia Feambra

Informativo Feambra - Dezembro/2006

Palavra do Presidente

Celebramos mais um Natal. Em meio a incertezas e inseguranças mas, com muita luta, esperança e fé. Afinal, sem esperança não há luta; sem a certeza do amor de Deus, presente na história e nas lutas, não há vida. O Natal é um tempo de benevolência, perdão, generosidade e alegria.

Aos brasileiros que procuraram colaborar com a preservação do Patrimônio Público, o ano que agora termina se apresentou fértil em realizações de utilidade pública e cultural. Para isto, o espírito público, o profissionalismo e a devoção foi determinante na execução das importantes missões realizadas. 

Um bom Natal, prosperidade no novo ano e que vocês alcancem todos seus objetivos.

José Marcelo Braga Nascimento
Presidente da Fambra

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


Bondinho do Pão de Açúcar ganhará um Museu
 
O Bondinho do Pão de Açúcar ganhará um Museu Aberto, e a previsão é que a inauguração aconteça simultaneamente à abertura dos Jogos Pan-americanos em julho de 2007.

O Museu Aberto do Bondinho do Pão de Açúcar disponibilizará  filme histórico sobre o Pão de Açúcar, galeria para exposições temporárias, anfiteatro, praças, jardins suspensos e praça de alimentação. Está previsto também, o lançamento de um livro comemorativo dos seus 95 anos.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

O Museu da Pessoa


Este é um museu virtual de histórias de vida aberto à participação gratuita de toda pessoa que queira compartilhar sua história. O Museu da Pessoa foi fundado em São Paulo em 1991. Possibilita a qualquer indivíduo ter a sua história de vida registrada e preservada, bem como conhecer as histórias de outros anônimos, muitas vezes tão ou mais interessantes do que as vidas dos “notáveis”.

Objetiva construir uma rede virtual de histórias de vida capaz de contribuir para a mudança social, que promova ação comunicativa entre os grupos sociais. Pretende também criar um novo espaço onde as pessoas possam preservar sua história de vida e tornarem-se uma das múltiplas vozes da nossa memória social.

A missão do Museu da Pessoa é promover a democratização da memória social, por meio da valorização de histórias de vida de todas as pessoas da sociedade que possam contribuir na construção de uma sociedade mais justa, democrática e baseada na compreensão e respeito pelo outro.

A iniciativa é inovadora e estimulante porque rompe com o conceito tradicional de “museu”. A palavra museu vem do grego Museion, que reporta ao templo das Musas, filhas de Zeus — símbolo do poder máximo da mitologia — e Mnemósine — a memória. Poder e memória caminham juntos, não apenas na origem do termo como na prática dos museus, que têm o poder de estabelecer o que deve ser preservado e como fazê-lo. O poder de registrar a memória de algo valioso de forma correta.

No Museu da Pessoa, Mnemósine é mais forte do que Zeus: a produção da memória é dinâmica e livre de interferências. As pessoas contam sua história com os seus próprios critérios, e a memória coletiva vai sendo construída a partir desse mosaico de lembranças e experiências individuais. Cada relato tem sua própria característica e diferente do outro, seja pelo tom, pela emoção, pelo enfoque subjetivo escolhido, pela vivência única traçada pelo indivíduo ao longo do tempo.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Petrobras destina R$ 80 milhões para patrocínio cultural


A Petrobras lançou ontem o “Programa Petrobras Cultural 2007” de patrocínio a diversos segmentos culturais. A verba anunciada é de R$ 80 milhões, dos quais R$ 60 milhões para seleção pública de projetos e R$ 20 milhões para os projetos convidados do Conselho Petrobras Cultural. No ano passado, a verba foi de R$ 62 milhões.

A formação cultural está incluída no programa. São R$ 9 milhões para apoiar projetos de professores, ações comunitárias na área cultural, incentivo pelo gosto pela leitura, teatro e cinema, entre outros.  A empresa é uma das maiores patrocinadora da cultura no país.

Outra novidade é a seleção pública de festivais de cinema e de grupos de teatro e dança, em razão do crescimento do setor. Até o ano passado, eram contemplados só festivais e grupos convidados pelo Conselho Petrobras Cultural. Entre os projetos de continuidade, validados anualmente pela empresa, estão ainda a Orquestra Petrobras Sinfônica, o Grupo Corpo e o Parque Nacional da Serra da Capivara.

Paloma Rocha, filha do cineasta Glauber Rocha (1939-1981), pleiteia R$ 800 mil na disputa da seleção pública na área de preservação e memória para recuperar o acervo do Tempo Glauber. Desde 2003, ela vem sendo contemplada na área dos projetos convidados para restauro de quatro filmes do pai, orçados em R$ 3 milhões. "O Tempo Glauber tem mais de 100 mil documentos, na maioria inéditos, da produção intelectual de Glauber: roteiros, desenhos, 5.000 fotografias, toda a biblioteca dele, a correspondência internacional.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sotheby's leiloa paisagem pintada por Winston Churchill   
            
Uma paisagem dos arredores de Marrakech pintada pelo ex-primeiro-ministro do Reino Unido, Winston Churchill (1874-1965), é leiloada em Londres, pela casa Sotheby's. "Vista de Tinherir" mostra uma paragem da pequena localidade desértica de Tinherir, próxima a Marrakech e situada aos pés do Atlas. Churchill era apaixonado pela cidade marroquina.

A obra é datada de 1951, e esteve por três gerações em posse da família do general americano George C. Marshall, autor do plano Marshall, a quem Churchill presenteou com o quadro em 1953 como mostra de apreço e admiração. Churchill pintou a obra na própria cidade de Marrakech, um de seus lugares de descanso favoritos, quando em que voltou ao governo, seis anos depois da vitória aliada na Segunda Guerra Mundial.

O óleo, cuja existência até agora era desconhecida, tem um preço estimado entre 150 mil euros (quase US$ 200 mil) e 250 mil euros (US$ 265 mil), uma avaliação que combina o talento artístico do estadista britânico e sua relevância histórica.

A pintura mais cara leiloada do político conservador foi uma paisagem do norte da França intitulado "No Rance", vendida ano passado por 344 mil euros (US$ 454 mil). Antes de entregar o óleo a Marshall, o líder conservador já tinha presenteado outras duas paisagens marroquinas ao presidente dos Estados Unidos, Franklin Roosevelt, e o general Dwight D. Eisenhower, com quem teve uma estreita relação durante a conferência de Casablanca de 1943.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Desenho de Goya bate recorde e é vendido por US$ 2,89 milhões 

Um desenho do artista espanhol Francisco de Goya y Lucientes (1746-1828) foi vendido em Londres por US$ 2,89 milhões na casa de leilões Christie's. Trata-se de um recorde para um trabalho deste feito, de Goya. A obra, intitulada "El toro mariposa", é um desenho surrealista feito em papel.

O desenho foi adquirido por "um comprador anônimo que deu o lance por telefone". Goya, que nasceu em Zaragoza em 30 de março de 1746 e morreu em Bourdeaux, na França, em 15 de abril de 1828, foi um dos pintores e gravadores mais importantes da Espanha.

O Museu de Zoologia/USP  apresenta a exposição “Origem da Vida”,  que traz  os primeiros seres vivos – as bactérias -, que surgiram há mais de 3,5 milhões de anos e foram únicos seres vivos em nosso planeta ao longo de 2 bilhões de anos.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Masp se abre para arte contemporânea em 2007

O Museu de Arte de São Paulo (Masp) completa 60 anos em 2007 e pretende retomar exposições que enfoquem a abertura para a arte contemporânea, a releitura do acervo clássico e uma aproximação com a arte do Oriente e das Américas. Seu acervo é um dos mais importantes da América pelas obras  que possui, uma mescla que vai de Rafael a Van Gogh, de Ticiano a Picasso, e uma maneira de renovação é apostar em arte contemporânea.

O Masp atravessa uma das maiores crises financeiras da sua história, porém, pretende superar as dificuldades inovando e apostando na arte contemporânea. Contratou um curador há três meses, função que estava vaga havia oito anos e mudou a relação com instituições e artistas. Algumas exposições programadas para o próximo ano nasceram desses contatos. É o que ocorreu com os artistas Arthur Omar, Eder Santos e Alex Flemming.

O artista Eder Santos tem o projeto de criar uma tela de luzes digitais para ocupar a fachada do prédio, que reproduziria com efeitos, o movimento de carros e gentes na avenida Paulista. Flemming fará uma exposição em que trata da morte sob vários pontos de vista -do político e do prazer, por exemplo.

Omar, Santos e Flemming fazem parte justamente de um grupo que o Masp decidiu privilegiar: o de artistas no meio da carreira. Rosângela Rennó e Ana Tavares também foram convidadas a desenvolver projetos para o Masp.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nova organização

A idéia de que o mundo contemporâneo mude a leitura dos cânones da arte, deve provocar uma mudança na organização do museu. Em vez da divisão por regiões e estilos -adotada na fundação do museu em 1947 pelo seu primeiro curador, Pietro Maria Bardi, e em vigor até hoje-, o novo curador pretende organizar o acervo por afinidades e temas.

A abertura para o Oriente não é ocasional. A curadoria pretende expor obras de arte do Oriente e das Américas como um contraponto à hegemonia européia da coleção. Para sinalizar esta abertura haverá uma mostra de arte contemporânea chinesa.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Avenida Paulista ganha Nova Calçada em 2007

A av Paulista passará por todo o ano de 2007 em obras. Após anos de polêmica, as calçadas da via mais conhecida de São Paulo serão trocadas. O mosaico português preto e branco dará lugar a blocos de concreto.

Projetado pela paisagista e arquiteta Rosa Grena Kliass entre as décadas de 60 e 70, o mosaico não resistiu às inúmeras intervenções que vão de obras de concessionárias de energia elétrica ou distribuição de gás, até reformas de fachadas de prédios. Buracos e desníveis estão presentes para os que circulam a pé pela avenida.

A licitação em fase de preparação e no início de 2007 a concorrência deve ser aberta. O custo deverá ser de R$ 6 milhões. O piso está definido: é concreto moldado em bloco, resistente, armado com malha de aço e separado por juntas. A coloração será na cor um cinza.

O Museu Museu Missioneiro, da cidade de São Borja, RS, foi reinaugurado após reforma em sua infra-estrutura. O museu guarda uma das primeiras reduções jesuíticas, imagens barrocas dos Sete Povos, estátuas esculpidas no século XVII e XVIII e a memória do homem do Pampa. 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Especulação imobiliária destruiu obras arquitetônicas da Paulista

A av. Paulista, em seus 115 anos de existência,  perdeu diversas obras arquitetônicas para a especulação imobiliária. Sobraram poucos casarões, e conservá-los por meio dos órgãos de proteção do patrimônio histórico é um desafio.

Conforme o Conpresp (órgão municipal de preservação do patrimônio histórico), atualmente, o único casarão erguido pela elite que continua de pé é a Vila Fortunata, no número 1.919,  tombado há apenas 14 anos.

O tombamento não garante a preservação, porém cria certas restrições, como reformas. Para tombar tem que haver o interesse do proprietário, pois não é uma desapropriação. Ele fica impedido de vender, reformar ou descaracterizar o imóvel tombado.

Pelo Condephaat, órgão que atua no âmbito estadual, estão tombados, além da Vila Fortunata, a Casa das Rosas, a escola Rodrigues Alves, o parque Trianon, o Conjunto Nacional e o Masp. Pelo Iphan, que é nacional, somente o Masp está tombado.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
    
No mês de novembro, a Comissão de Educação e Cultura da Câmara apresentou o Projeto de Lei de nº 7568/2006, que institui o Estatuto dos Museus. O projeto, que tem a finalidade de regulamentar o setor museológico no país, foi amplamente debatido no Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus e entre a comunidade museológica brasileira. A regulamentação vai possibilitar não só a organização, mas também um avanço técnico e profissional do setor museológico".

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tela de Emil Nolde reaparece
na Alemanha após 30 anos


Um retrato pintado por Emil Nolde (1867-1956), desaparecido há 30 anos e avaliado em 500 mil euros, reapareceu no sótão de um colecionador que o entregou à polícia - tudo indica que tenha sido roubado. As autoridades de Mannheim, no sudoeste da Alemanha, comprovaram a autenticidade de "Nadja", obra que foi pintada em 1919. O primeiro proprietário da obra foi Walther Rathenau, ministro de Exteriores da República de Weimar, assassinado em 1922. O rico colecionador de arte disse suspeitar que sua filha, já morta, está envolvida no roubo da obra.

Emil Nolde foi um dos expressionistas alemães. "Nadja" ficou depositada em Freiburg (sudoeste), em uma empresa de transportes, entre 1977 e 1979, até que desapareceu misteriosamente. As autoridades buscam agora possíveis herdeiros dos ex-proprietários, que ainda poderiam ter direitos sobre o quadro.

O Museu Histórico de Chavantes Adibe Abdo, no Rio de Janeiro, foi reinaugurado. Foi criado em 1983 e agora ocupa o prédio da Estação Ferroviária Chavantes da antiga Estrada de Ferro Sorocabana, que deu início à formação da cidade.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Virgem e o Menino" vira Botticelli mais caro leiloado até hoje


A Virgem e o Menino", de Sandro di Filipepi, mais conhecido como Botticelli, marcou nesta quinta-feira um recorde mundial para o artista ao ser leiloado na casa Christie's de Londres por US$ 7,5 milhões, muito acima do preço estimado.

O quadro, que possui o magnetismo estético próprio da obra do artista, um dos mais influentes do Renascimento, é uma versão de uma das encomendas mais importantes que recebeu em sua maturidade, o retábulo da igreja de São Bernabé, que foi instalado em 1488 e atualmente está exposto na galeria dos Uffizi de Florença.

O quadro, de delicadas linhas, mostra a Virgem com o Menino Jesus nos braços, sustentando uma grinalda, com um jardim ao fundo que pode ser apreciado através de uma estrutura de pedra.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Museu do Teatro Municipal de SP reabre após reforma

O Museu do Teatro Municipal foi reinaugurado com a abertura da exposição permanente "Teatro Municipal: Ícone e Memória", que retrata os 95 anos de história dos palcos do prédio vizinho. A instituição ficou fechada por cerca de um ano e meio para reformas, no valor de R$ 190 mil, que incluíram a instalação de um novo projeto de iluminação e equipamentos de audiovisual.

Dividida em quatro blocos --dança, música, ópera e teatro-, a mostra tem 300 fotos selecionadas do acervo de mais de 6.000 imagens do museu e reproduz grandes momentos do teatro. Entre eles, a inauguração, em 1911, os eventos que abrigou durante a Semana de Arte Moderna, em 1922, e artistas que passaram por lá, como a cantora de ópera Maria Callas, o bailarino Rudolf Nureyev e a atriz Vivien Leigh, a Scarlett O'Hara de "...E o Vento Levou”.
   
No mês de novembro, a Comissão de Educação e Cultura da Câmara apresentou o Projeto de Lei de nº 7568/2006, que institui o Estatuto dos Museus. O projeto, que tem a finalidade de regulamentar o setor museológico no país, foi amplamente debatido no Comitê Gestor do Sistema Brasileiro de Museus e entre a comunidade museológica brasileira. A regulamentação vai possibilitar não só a organização, mas também um avanço técnico e profissional do setor museológico".

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Mostra individual apresenta nova fase de Siron Franco
 
Siron Franco conhecido por um expressionismo que comporta uma figuração que alguns já associaram ao realismo mágico literário, o artista goiano retorna agora com obras que tendem ao abstracionismo. Trinta e cinco trabalhos recentes de grandes dimensões, inéditos em São Paulo, são exibidos no Instituto Tomie Ohtake.  Trata-se da primeira individual nos últimos dez anos centrada na produção recente do artista --em 1999, uma mostra abordava os anos 80 e 90.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Prédio da Bolsa do Café de Santos vira patrimônio nacional

O Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) declara patrimônio nacional o antigo prédio da Bolsa do Café de Santos. A construção data de 1922, hoje abriga o Museu do Café.

Inaugurado para as comemorações do centenário da Independência do Brasil, o edifício tem vitrais de Benedito Calixto. O local funcionou até 1986, mas ficou fechado em alguns períodos, como em 1929 (quebra da bolsa de Nova York), em 1932 (Revolução Constitucionalista) e durante a Segunda Guerra Mundial).

O último pregão aconteceu na década de 1950, quando os negócios do café foram transferidos para a capital paulista. Até 1986, quando foi desativado, funcionou para a divulgação da cotação do café no mercado internacional. Depois de dez anos fechado, o prédio foi restaurado em 1998. Atualmente, é mantido pela Associação dos Amigos do Museu do Café.

O pedido de tombamento nacional partiu da Associação dos Amigos do Museu do Café, em 2004. O edifício já é tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Santos (Condepasa) e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado (Condephaat).

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Feira de Caruaru ganha título de patrimônio imaterial pelo Iphan

A feira de Caruaru, em Pernambuco, ganha o título de Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional).  A Prefeitura de Caruaru solicitou a inclusão do registro da feira em 2004, quando o Iphan iniciou um inventário nacional de referências culturais.

A pesquisa foi desenvolvida para documentar aspectos da vida social que podem ser considerados referências de identidade para um grupo ou uma comunidade. O objetivo é proteger a dimensão o espaço - que tem circulação de 20 milhões de pessoas na baixa temporada e 40 milhões na alta estação.

Os primeiros registros do que atualmente é a feira de Caruaru surgiram no século 18, com a transformação da fazenda Caruru em ponto de pernoite de boiadeiros, tropeiros e mascates, que percorriam o Estado. Com isso surgiu o comércio de itens e serviços ligados ao gado, dando origem à feira. A cidade surgiu no entorno da feira. O lugar ganhou ainda mais importância com a construção de uma capela dedicada a Nossa Senhora da Conceição, em 1781, o que fez da região um atrativo para os habitantes dos arredores. 

As festas religiosas também foram fatores importantes para impulsionar o crescimento da feira e do município.  Ao longo dos séculos 19 e 20, com a chegada da estrada de ferro da Rede Ferroviária do Norte e mais tarde as rodovias, Caruaru se tornou o pólo comercial mais importante da região.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Iphan tomba elevador Lacerda, em Salvador            
                                                                                    
O Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) aprova o tombamento do elevador Lacerda, em Salvador. O instituto avaliou a importância utilitária, arquitetônica e contemporânea no elevador.

Origem

A atual edificação do elevador Lacerda foi construída em 1930. No entanto, os sistemas de guindaste para o transporte humano e de mercadorias da parte baixa para a cidade alta têm os primeiros registros em 1609, em gravuras holandesas que atualmente estão em Haia, na Holanda.

Na segunda metade do século 19 o engenheiro Antonio de Lacerda gastou toda sua fortuna construindo dois túneis --um vertical e um horizontal-- para permitir o funcionamento das duas primeiras cabines de um elevador, substituindo um sistema de elevadores em planos inclinados.

Em 1896, o elevador Antonio de Lacerda foi inaugurado como o primeiro elevador público do mundo, com um sistema hidráulico. O sistema foi substituído pelo elétrico em 1906. Mais duas cabines foram construídas em 1927 e a torre de 73,5 metros de altura em concreto armado --juntamente com uma ponte de acesso de 71 metros de vão foram construídas em apenas um ano. Em 1º de janeiro de 1930 a atual o elevador Lacerda foi inaugurado.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Rio inaugura Museu do Futebol no estádio do Maracanã  

Foi inaugurado  o Museu do Futebol, no estádio do Maracanã.  O espaço vai contar com o acervo do Museu dos Esportes Mané Garrincha, que também funcionava no estádio, além de novas imagens e informações.
Será dividido em oito setores, em que foram utilizados painéis, fotografias, textos, gravações radiofônicas, camisas, bolas e escudos, entre outras coisas.

Além de informações e objetos que mostram como nasceu o estádio do Maracanã, como o maior do mundo e foi palco de importantes eventos e jogos, haverá a história dos clubes do Rio. Há  espaço para a seleção brasileira e as copas do mundo e uma galeria com os 120 mais famosos jogadores brasileiros de todos os tempos, com homenagem especial a Garrincha e Pelé.