Guia Feambra

Feambra - Agosto/2008

Amigos de museus preparam as malas para viagem à Israel
   
Ainda há tempo para integrar a delegação da Federação de Amigos de Museus do Brasil (Feambra) que viajará a Israel. O país será sede do XIII Congresso Mundial da Federação Mundial de Amigos de Museus (World Federation of Friends of Museums – WFFM), no período de 21 a 26 de setembro.

O evento, que ocorre a cada três anos, será uma oportunidade única de conhecer representantes de museus de todo o mundo e trocar experiências de gestão.
   
Confira a programação:

Domingo, 21 de setembro
Inscrições durante todo o dia
18h - Sessão inaugural de boas-vindas, discurso de abertura, apresentação artística
19h30 - Recepção inaugural

Segunda-feira, 22 de setembro
9h às 10h30 - Sessão plenária
10h30 às 11h - Coffee break
11h às 13h - Sessão plenária
13h às 14h - Almoço
17h - Visita ao Museu de Israel, incluindo o Santuário do Livro que guarda os rolos do Mar Morto e, ao pôr do sol, visita à maquete de Jerusalém no período do Segundo Templo, com coquetel de recepção

Terça-feira, 23 de setembro 
9h às 10h30 - Sessão plenária
10h30 às 11h - Coffee break
11h às 13h - Workshops
13h às 14h - Almoço
À tarde    Passeio pela cidade velha de Jerusalém, um caleidoscópio de crenças. No bairro cristão, percurso pelas estações da Via Dolorosa e visita à Igreja do Santo Sepulcro. No bairro judaico, visita ao Muro das Lamentações, remanescente do Segundo Templo e local mais sagrado no Judaísmo. Logo atrás ficam o magnífico Domo da Rocha e a mesquita de El Aksa.
À noite    Jantar em Jerusalém

Quarta-feira, 24 de setembro   
9h às 10h30 - Sessão plenária
10h30 às 11h - Coffee break
11h às 12:30h    Workshops
12:30h às 13:30h - Almoço
À tarde    Saída para as cidades de Tel Aviv e Yafo. Viagem de uma hora de ônibus para a cidade costeira de Tel Aviv, com uma parada no Museu Eretz Israel, focado na história e cultura da terra de Israel, com exibições de arqueologia, etnografia, folclore, objetos judaicos e artesanato tradicional. Em seguida, passeio a Yafo, importante porto marítimo desde a Antiguidade. A cidade tem relevância especial para a cultura cristã, com a passagem de Pedro citada no Evangelho. Yafo é conhecida como uma cidade de artistas, com numerosas galerias de arte espalhadas por suas vielas.
À noite    Livre, em Tel Aviv

Quinta-feira, 25 de setembro
9h às 10h30 - Workshops
10h30 às 11h - Coffee break
11h às 13h - Plenária de encerramento   
13h às 14h - Almoço
19h - Saída para um jantar especial

Sexta-feira, 26 de setembro
Saída para excursões pós-congresso opcionais
Partida

Investimento:
Inscrição para participante do congresso: € 550
Inscrição para acompanhante: € 500 (inclui duas excursões na parte da manhã e uma na parte da tarde)
Informações: (11) 3069-3069 ou feambra@feambra.org   

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tesouros arqueológicos maravilham visitantes de museus em Israel

Visitar museus em Israel é uma imersão em história e cultura. Tesouros arqueológicos, arte antiga, artesanato e muito mais transportam o visitante para outros tempos. Mas também estão presentes a arte moderna, a história local, a etnografia. São cerca de 120 museus, de todos os tamanhos, nas cidades ou nos kibutzim, que registram quase dez milhões de visitantes ao ano. Conheça alguns dos principais:

Museu Iad Vashem (Museu do Holocausto) – Visitar o Iad Vashem é uma experiência inesquecível. É difícil de relatar o que existe no memorial dedicado à memória dos seis milhões de judeus exterminados no genocídio nazista – é preciso vivenciar. Sentir a emoção de entrar em um ambiente iluminado apenas pela chama de uma vela, que reflete em todas as direções em que você olha, e ouvir o nome e a idade de cada criança morta no extermínio nazista. Ou passear pela avenida que homenageia cada não judeu que contribuiu para salvar judeus do genocídio. Andar pelo Vale das Comunidades Destruídas, ver pilhas de sapatos, óculos, cabelos retirados dos prisioneiros dos campos de concentração.
Jerusalém – www.yadvashem.org

Museu Israel – É o museu nacional. Além do Santuário do Livro, que abriga os célebres pergaminhos do Mar Morto e outros manuscritos raros, o Museu Israel tem seções de arqueologia, etnografia, o Jardim das Esculturas, a ala para a juventude, com galerias, salas de aula e programa educacional, e muitas salas que retratam diferentes períodos da história. Reserve algumas horas para a visita.  
Jerusalém – www.imjnet.org.il   

Museu Eretz Israel – Entre suas principais seções estão as de objetos de vidro, cerâmica, numismática, folclore e cobre. Na seção “O Homem e seu Trabalho” é possível acompanhar demonstrações ao vivo de antigos métodos de tecelagem, joalheria, elaboração de pão, entre outras atividades. Uma escavação revela 12 distintas camadas de civilização. Tem também um planetário.
Tel Aviv – www.eretzmuseum.org.il   

Museu da Torre de David da História de Jerusalém – Fica na parte velha da cidade de Jerusalém e cobre 4 mil anos de história. Destaque para os achados arqueológicos da época do Primeiro Templo (960-586 a.C.), as fundações de uma enorme torre construída pelo Rei Herodes (37-4 a.C) e a beleza das pedras brancas que caracterizam a arquitetura da cidade.
Jerusalém – www.towerofdavid.org.il

Beth Hatefutsot (Museu da Diáspora) – Andar pelo museu é como fazer uma viagem a comunidades judaicas de todo o mundo. Maquetes e ambientes de antigas sinagogas, como pedaços de paredes e tetos, além de trajes, artigos religiosos, objetos do cotidiano de outras épocas.
Tel Aviv – www.bh.org.il

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Destaques


SC sedia mostra inspirada em Leonardo da Vinci

A cidade de Joinville será palco da exposição “Máquinas do Futuro”, inspirada no artista e inventor Leonardo da Vinci. Interativa, a mostra reúne 12 obras e propõe o desafio de pensar as máquinas que serão parte de nossas vidas daqui a 50 anos. Realização da Prefeitura Municipal de Joinville e Fundação Cultural, em parceria com o Sesc, por meio do Museu de Arte de Joinville, tem como foco principal o público infantil.

Local: Anexo 2 do MAJ – Cidadela Cultural Antarctica
Rua 15 de Novembro, 1,388 – América – Joinville
Visitação: De 5 de agosto a 21 de setembro - de 3ª. a 6ª., das 9h às 17h e sábados, domingos e feriados, das 11h às 17h. Gratuito.
Informações: (47) 3433-4677

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Pinacoteca de SP expõe paisagens de Taunay

O público paulista e seus visitantes têm oportunidade de conferir a exposição “Nicolas-Antoine Taunay no Brasil: Uma leitura dos Trópicos”, na Pinacoteca do Estado. São mais de 70 obras do pintor que chegou ao Brasil em 1816 e permaneceu por seis anos. Com simpatia por movimentos populares, incluía escravos em detalhes de quase todas as 20 telas produzidas aqui. Curadoria de Lilia Moritz Schwarcz.

Local: Pinacoteca do Estado – Praça da Luz, 2
Visitação: Até 7 de setembro - De terça a domingo, das 10h às 18h – R$ 4 (gratuito aos sábados) 
Informações: (11) 3324-1000

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Arquitetura brasileira milenar em foco

   
O Museu da Casa Brasileira apresenta a terceira edição do projeto “Casas do Brasil”, com a exposição ”A Casa Xinguana”, de Milton Guran. É a porta para conhecer a arquitetura inteligente do povo Kuikuro, que vive há milênios no Ato Xingu.

Local: Museu da Casa Brasileira - Av. Brig. Faria Lima, 2.705
Visitação: Até 14 de setembro – De terça a domingo, das 10h às 18h – Gratuito
Informações: (11) 3032-3727   

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Prefeitura de São Paulo decide preservar grafites


A Prefeitura de São Paulo implantará medida para preservar os principais grafites da cidade. Tudo ocorreu após a prefeitura ter contratado uma empresa para limpar os muros da cidade que tinham pichações. A empresa terceirizada seguiu as ordens e começou a passar tinta branca em tudo, inclusive em uma das obras dos grafiteiros mais aclamados da atualidade, Os Gêmeos. Depois desse incidente, a Prefeitura da cidade de São Paulo concluiu que os painéis de grafite devem ser preservados. A idéia é que seja criada uma comissão de grafiteiros para produzir uma lista com os endereços dos painéis que deverão ser preservados durante a limpeza da cidade.