Comunidade

31- Outubro - 2011

Catavento apresenta vida de ganhadora de dois prêmios Nobel

O Catavento Cultural e Educacional, museu de ciência e tecnologia da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, convida para a exposição 'A aventura cientifica de Marie Curie', sobre a vida da cientista. A exposição comemora o Ano Internacional da Química e o 100º aniversário do Prêmio Nobel de Química.

Para falar sobre essa realização a respeito da primeira mulher do mundo a conquistar um prêmio Nobel e a única pessoa até hoje a conquistar duas vezes a premiação em áreas da ciência, a Feambra conversou com a educadora do Catavento, Thais Ogeda. Confira:

Catavento - Marie Curie

Feambra: O que 'A aventura cientifica de Marie Curie' mostra ao público?
Thais Ogeda: A exposição mostra a vida e a obra da física polonesa Maria Skodowska Curie (1867-1934), sua trajetória como uma pessoa simples, de origem humilde e desconhecida, à pesquisadora renomada e ganhadora do prêmio Nobel, reconhecida mundialmente.

F.: A que público se destina a exposição?
T. O.: A crianças acima de 14 anos, principalmente cursando o Ensino Médio. À todo o publico espontâneo interessado, também.

F.: O que podemos dizer sobre Marie Curie a quem nunca teve oportunidade de ouvir sobre ela, sobre sua importância?
T. O.: Numa época em que as oportunidades para as mulheres eram restritas, Marie Curie se destacou de várias maneiras. Formou-se em matemática e química, fez dois mestrados, um doutorado e recebeu um Prêmio Nobel de Física e outro de Química. Foi primeira mulher a receber a honraria sozinha, além de o único cientista até hoje a conquistar duas vezes a premiação em áreas da ciência. Conseguiu se destacar como pesquisadora em uma época em que as universidades eram de domínio masculino. E foi apenas a partir do seu trabalho que surgiu um enorme interesse pelos fenômenos radioativos e que essa área começou a se desenvolver.

F.: Qual é o exemplo que crianças e jovens podem tirar da grande cientista?
T. O.: Mais do que uma pesquisadora brilhante, ela era uma pioneira e desbravadora da ciência moderna, e representou um dos passos mais importantes para a abertura da ciência às mulheres.

Local: Catavento Cultural e Educacional - Auditório
Endereço: Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/n - Parque Dom Pedro/Centro - São Paulo
Data: até 11 de dezembro
Horário: 3ª a domingo, das 9 às 17 horas
Telefone: (11) 3315 0051
Site: www.cataventocultural.org.br
Entrada: R$ 6 (R$ 3 - meia-entrada para estudantes e idosos)