Comunidade

05- Fevereiro - 2015

Programação de Carnaval nos museus

Opções para gostos diferentes fazem um convite para quem quer curtir o feriado em algumas cidades do Brasil 

No Carnaval, alguns museus do Brasil estarão fechados para pequenas manutenções, mas outros ficam abertos, com novidades. A Feambra selecionou alguns associados que apresentarão uma programação especial temática pré, durante e pós a data, em alguns lugares do país.  Há algumas opções também para os que não são muito fãs da folia. 

A partir do dia 27, entra em cena “Os Velhos Malandros”, projeto de revitalização e resgate da história do samba, que envolve artistas reconhecidos, novos compositores e representantes das unidades afro-brasileiras, das 18h às 22h.

A Associação Cultural de Apoio ao Museu Casa de Portinari preparou a “Oficina de Carnaval Maria Rosa”, que estimula o público da Apae de Brodowski - SP a cair na farra. De 10 a 13 de fevereiro, será desenvolvida uma oficina de confecção de máscaras carnavalescas, de modelos variados, a partir de materiais recicláveis. A oficineira responsável é Heli Gaioli. Das 9h às 10h30 e das 13h às 14h30, com entrada gratuita.

O Catavento Cultural Educacional, em São Paulo, abrirá normalmente nos dias 14 e 15 de fevereiro, fechará nos dias 16 e 17, reabrindo novamente no dia 18, a partir das 13h. O museu reúne mais de 250 atrações, dentro de quatro seções: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. Engenho é a que mais agrada meninos e meninas. A física vira diversão e ilusões de ótica com bolhas de sabão fazem parte do programa. Um exemplo é o jogo de luzes que transforma o visitante em Einstein ou macaco.

O Museu da Casa Brasileira, em São Paulo, apresenta o espetáculo de teatro musical “Florilégio II – Nas ondas do rádio”. No elenco estão Carlos Moreno, Mira Haar e Patrícia Gasppar. A direção geral é de Elias Andreato e arranjos e direção musical, de Jonatan Harold. A peça, em cartaz de 7 de fevereiro a 1º de março (sábados e domingos às 16h), é uma homenagem aos reis e rainhas do rádio, apresentando repertório de época para relembrar as estrelas do passado. 

A ABAM – Associação Nacional das Baianas de Acarajé – criou um roteiro especial que inclui arqueologia, baladas, cultura, ecoturismo, esporte, aventura, história e lazer para crianças, jovens, adultos e melhor idade. Saiba mais em http://bahia.com.br/ , ou ligue (71) 3103-3103.