Em Foco

06- Abril- 2015

Gestão de museus: discutir as múltiplas dimensões dos processos

Gestão Museu

Falar em gestão de museus, quais seus rumos e processos, é se envolver profundamente na realidade dos campos da arte, ciência e cultura. É falar sobre o impacto que o museu exerce sobre seu público e a marca que imprime no seu entorno. É retirar as musas de dentro da caixa e colocá-las em diálogo direto com a sociedade. Na Grécia antiga, o significado da palavra Mouseion era o “Templo - caixa das musas, ou onde se guardam as ideias”.

Se realizarmos uma breve consulta às fontes disponíveis de artigos sobre gestão de museus, ou gestão museal – falaremos sobre estes termos em um próximo texto - veremos as múltiplas dimensões dos processos da gestão museológica: processo criativo; processo legal; processo documental; processo de pesquisa; processo de conservação; processo de criação e desenvolvimento de exposições; processo educativo; processo de impacto na comunidade; processo de desenvolvimento de projetos e captação de recursos; processo de estudos de referências – e assim poderíamos falar longamente sobre tudo o que leva desde a conceitualização de acervos até a bilheteria; ou do que faz um visitante a sair de sua casa e percorrer todo um mundo que foi projetado para impactar seus sentidos de alguma forma.

Nos próximos artigos, convidaremos profissionais ligados ao tema e traremos artigos que tratem dos procedimentos estratégicos que tornam possível a gestão do patrimônio cultural dentro da museologia e que permitam a reflexão, contemplação e discussão de todo um campo rico, e em constante evolução.

Nossa missão neste espaço será conduzir nossos leitores a refletir sobre o que move/dinamiza/ torna interessante ou que traz inovação, jogando luz sobre um conceito antigo de que museus são cápsulas do tempo, verdadeiros depósitos de história, onde até sabíamos da importância, mas nem sempre corríamos de encontro ao seu conhecimento.

Mostraremos o museu como um organismo vivo, aberto a mudanças, onde referências e paradigmas são revistos e seus frequentadores encontram um espaço para troca. Nos meses que virão, este será um espaço que fará um mix do tradicional com o inovador e mostrará os museus em partes, assim como o seu todo, valorizando e divulgando um pouco do que cada obra, ideia ou pessoa que formam seu acervo ou equipe contribui para encantar quem os visita.

 

Aguarde!