Notícia

29- Junho - 2015

Feambra apresenta atuação em evento da WFFM no México

 

Uma delegação da Feambra acaba de retornar da cidade do México, onde foi participar do encontro anual da Federação Mundial de Amigos de Museus (WFFM). Camila Leoni Nascimento, diretora executiva da Feambra, fala sobre essa importante reunião internacional.

 

Feambra: Do que se trata o evento realizado entre os dias 10 e 14 de junho na Cidade do México?

Camila Leoni Nascimento: A Feambra acaba de participar da Reunião do Conselho e da Assembleia Geral da WFFM. Foi representada por José Marcelo Braga Nascimento (presidente), Martius Lessa (diretor de Relações Internacionais), Nelson Colás (diretor de Relações Institucionais) e por mim. 

 

F.: Como foi a participação do Brasil, representado pela Feambra, no encontro?

C. L. N.: Apresentamos as realizações da Feambra de 2014/15, com destaque para o aumento em mais de três vezes no número de associados da Feambra (o que a posiciona entre as cinco maiores federações nacionais em número de associados), além da comemoração dos 25 anos da entidade e da participação no Comitê Gestor do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), entre outras atividades. 

Falamos sobre nosso “Projeto Voluntários Feambra 2015”, que vem sendo realizado com um grupo de voluntários escolhidos a dedo e que hoje fazem um levantamento de quantas são e como atuam as Associações de Amigos de Museus no Brasil, conforme solicitação do Ibram.

Como coordenadora de Jovens Amigos e Redes Sociais da WFFM, apresentei os resultados de crescimento e maior engajamento nestas redes. Além disso, tive a oportunidade de fazer uma reunião com os jovens amigos presentes para discutir alguns projetos para eles executarem em prol da Federação Mundial.

 

F.: Qual é a nova composição da Diretoria Executiva da WFFM e qual o impacto disso para o Brasil?

C. L. N.:. O presidente eleito foi Ekkehard Nümann, da Federação Alemã de Amigos de Museus.

Sua eleição trará benefícios ao Brasil e intercâmbio maior com a WFFM, pois estamos alinhados em várias atividades, como o Guia de Amigos de Museus e o desenvolvimento do programa de Jovens Amigos de Museus. A nova diretoria terá um mandato de três anos e é composta por Murray Tarnapoll (vice-presidente para a América do Norte), Sofia Weil de Speroni (vice-presidente para a América do Sul), Elsa Amatriain (vice-presidente para a Europa), Carolyn Foster (vice-presidente para a Ásia) e Ronald Stride (tesoureiro).

 

F.: Quais as principais temas abordados e as conclusões do evento?

C. L. N.: O principal tema foi o das eleições. Além desse foco central, destaco a questão de procurar aumentar a participação de Jovens Amigos de Museus.