Comunidade

04- Novembro - 2015

Museus celebram datas com arte e histórias do Brasil

 

Feriados de novembro chegam com programação especial 
 
 

Uma programação especial nos feriados da Proclamação da República (15 de novembro) e do Dia Nacional da Consciência Negra (20 de novembro) convida o público a aproveitar os museus de uma maneira diferente. Confira algumas atividades que celebram essas datas, em São Paulo, na Bahia e no Rio de Janeiro.
 
O Museu Afro Brasil comemora 11 anos com as exposições “Cartas ao Mar”, “Raízes e Fragmentos - uma viagem ao território mental” e “A nossa invenção da arte”.

 

 
A mostra “Cartas ao Mar” apresenta mais de uma dezena de imagens em grandes dimensões concebidas a partir da experimentação de procedimentos fotográficos e tinta em papel de algodão, de Eustáquio Neves.  Resgata memórias das heranças e histórias formadoras do Brasil.
 
“Raízes e Fragmentos - uma viagem ao território mental” é uma abertura de um espaço universal para a territorialidade brasileira. Com suas pinturas, Duda Penteado trabalha na recuperação do inconsciente voluntário, reconstruindo a história, a “memória perdida“, mas cheia de referências, símbolos e signos que recompõem a identidade do artista, primeiramente como cidadão brasileiro e, depois, de cidadão global.
 
“A nossa invenção da arte” revela a força da arte tradicional popular e é composta por obras da coleção de Ladi Biezus, uma coleção de arte feita sem intencionalidade, ao longo de 45 anos.
 
Terça a domingo, das 10 às 17 horas. Ingresso: R$ 6,00 – Meia entrada: R$ 3,00. Gratuidade aos sábados.
 
Associação Museu Afro Brasil – Organização Social de Cultura

 

Av. Pedro Álvares Cabral, s/n
Parque Ibirapuera - Portão 10
São Paulo – SP
11 3320-8940
www.museuafrobrasil.org.br
 
A Associação Nacional das Baianas do Acarajé (ABAM), que é considerada patrimônio imaterial do Brasil, aproveita esses dias para se unir na luta pelo fim da violência contra as mulheres e convida o público a participar do projeto “Salvaguardando a fé, a tradição e a autonomia”,  com rodas de diálogos que incluem temas como violência doméstica, trabalho para mulheres, como utilizar ingredientes na cozinha de forma sustentável, a importância da defesa da mulher violentada fisicamente e verbalmente, orçamento doméstico, igualdade racial e os rumos da cultura.
 
Terça a domingo, das 9 às 17 horas. Entrada gratuita.
 
Haverá comercialização de produtos confeccionados por mulheres negras e apresentações culturais.
 
ABAM - Associação Nacional das Baianas do Acarajé
 
Rua do Açouguinho, 8 - 1º andar, Pelourinho
 
Salvador – BA
 
71 3322-9674

https://goo.gl/VIGm6r
 
O Instituto de Pesquisas Afro Cultural Odé Gbomi proporciona ao público uma rica viagem histórica, abrindo o espaço com a proposta de desconstrução de algumas visões equivocadas das pessoas.
 
O curador do espaço, Antônio Montenegro, convida todos para uma grande aula para falar de história e cultura, mostrando o caminho aberto  por escravos, os locais  onde ficavam as fazendas importantes e o caminho real por onde passou D. Pedro II.
 
Haverá também palestra com coquetel sobre a Consciência Negra – As essências do AfroBrasil e o debate “Artes visuais e a Afrobrasilidade”.
 
O museu conta com um acervo de mais de 250 peças e uma biblioteca com 80 livros.

 
Terça a domingo, das 9 às 17 horas. Entrada gratuita.
 
Rua Carlos Acyole, 288, Valverde

Nova Iguaçu – RJ
21 3766-6729
https://www.facebook.com/www.institutoafroodegbomi.com.br