Em Foco

31- Outubro - 2016

Aplicativos para explorar o melhor dos museus estão disponíveis

 

 

 

Aplicativos de museus para smartphones e tablets permitem realizar tours virtuais, com direito a fotos, vídeos e explicações em textos e áudios sobre as obras, tornando as visitas a museus mais ricas e cheias de detalhes.

O app “Memória & Vida - Roteiros temáticos” foi criado para estimular as pessoas a conhecer o Cemitério da Consolação como um espaço museológico a céu aberto e convidá-las a participar das diversas atividades educativas e psicossociais promovidas por lá.

Nomes importantes da história de São Paulo e do Brasil, como Tarsila do Amaral, Mario de Andrade e Monteiro Lobato, compõem o acervo imaterial do cemitério. Já seu patrimônio material conta com esculturas de Victor Brecheret, Luigi Brizzolara e Galileo Emendabili.

Com a ferramenta, é possível fazer visitas guiadas ao cemitério, visitá-lo sem o auxílio do guia, com roteiros temáticos e saber onde se localiza, no mapa, o túmulo que será  visitado, facilitando o caminho até lá. 

Alunos de escolas e faculdades também podem participam de aulas expandidas lá dentro.

Essa inovação tecnológica permite que as pessoas repensem os espaços cemiteriais e valorizem sua memória coletiva, além de servir como instrumento para os museus que buscam novas alternativas para tornar os seus acervos mais acessíveis ao público.

Os museus Lasar Segall, de Arte Moderna e a Pinacoteca, todos de São Paulo, lançaram aplicativos com guias em áudio sobre suas principais obras e disponibilizam parte da coleção on-line.

Em Brasília, o Beekme é um aplicativo totalmente voltado ao turismo que permite aos usuários a visualização de informações sobre os pontos turísticos da cidade.

O aplicativo do Louvre, em Paris, seleciona as 100 obras-primas imperdíveis da sua coleção, com explicações detalhadas sobre cada uma delas. O do Moma, de Nova York, mostra a localização das obras favoritas das pessoas no edifício e realiza tours guiados pelos curadores do museu.

As 1500 obras da galeria Uffizi, em Florença, estão disponíveis no seu app oficial. O Rijksmuseum, de Amsterdã, oferece o Family Quest, um jogo de 2 a 4 jogadores em que todos devem encontrar certas obras no museu e realizar missões específicas.

A variedade é imensa e todos os softwares são gratuitos ou de baixo custo. Ter lições de arte e cultura a qualquer momento é sempre uma boa pedida.