Comunidade

03- Maio - 2018

Associados Feambra e a 16ª. Semana Nacional de Museus

 

Para a edição desse ano, o Ibram promove a temporada cultural que vai de 14 a 20 de maio, em homenagem ao Dia Internacional de Museus,  próximo 18 de maio. Ao todo, serão 1.130 museus, em todo o País, oferecendo mais de três mil atividades especiais, como visitas mediadas, palestras, oficinas, exibição de filmes e muito mais. A seguir, confira as atividades preparadas por alguns associados Feambra!


Fundação Cultural Ema Gordon Klabin

Roda de Conversa - 19 de maio - 14h30 às 17h30

Mulheres conectadas em redes: arte e cultura na cidade.

Rua Portugal, 43 – Jardim Europa -  São Paulo, SP 

 

Museu Judaico

Semana de atividades sobre novos usos de edifícios pré-existentes

14/05 a 18/05

Entrada: gratuita

Rua Martinho Prado, 128 - Bela Vista - São Paulo - SP


Museu das Minas e Metal Gerdau

15/05/2018 – Série Virtual “Acervos Hiperconectados”

Entrada: Gratuita

Praça da Liberdade, s/n - Funcionários, Belo Horizonte - MG


Museu e Arquivo Histórico Pedro Rossi

15/05/2018: Projeto Vozes do Tempo – A história dos nossos antepassados – Professora Maria de Lurdes Rech Pianegonda

Entrada: Visitação guiada aos estudantes do município, mediante agendamento.

Av. Vinte e Cinco de Julho, 1608 - Centro, Flores da Cunha - RS


Museu Eugênio Teixeira Leal

15/05/18 - 14h - Atividade: Moral da História - Exibição de filme para o público infantil

Filme: Universidade Monstro

Entrada: gratuita

R. do Açouguinho, 1 - Pelourinho, Salvador – BA


Museu da História da Inquisição

16/05/2018 – Das 19 às 21 horas – Exibição de vídeo:  Ouro Branco. O documentário relata a história da judia Branca Dias e o criptojudaísmo. Após o documentário haverá um espaço para comentários e perguntas.

Entrada: gratuita

R. Cândido Naves, 55 - Ouro Preto, Belo Horizonte - MG


Museu de História Natural de Itapira

14/05/2018 a 18/05/2018 - 08h às 11h20 e das 13h às 17h20

Exposição: Combate ao tráfico de animais silvestres, com banners sobre a história, os tipos, as rotas e mecanismos, estrutura social, números, espécies envolvidas e consequências do tráfico. A exposição também contará com animais taxidermizados.

Entrada: Gratuita

Rua Ribeiro de Barros, 62 - Centro - Itapira – SP

 

Museu dos Brinquedos

19/05/2018 – 16 horas – Ciranda Folclórica - Teatro de Fantoches, com o Grupo Ciranda de Roda 

Entrada: R$ 24,00 (inteira) R$ 12,00 (meia) para permanência no local.

Av. Afonso Pena, 2564 - Funcionários - Belo Horizonte - MG

 

Associação dos Amigos do Museu Municipal Dona Maria Vega Ferrero II

Visitas guiadas de estudantes

Comemoração do Dia Internacional de Museus com apresentações musicais 

Atrações: banda municipal Atilio Cerri

Grupo de Violeiros de Fartura e cantora Erudita Érica Fonseca.

98, R. Belgrave Teixeira de Carvalho, 2 - Vila Nova, Fartura - SP


Oi Futuro/Museu das Telecomunicações

16 e 19/05 – Estação Educativa - Atividade 16ª Semana Nacional de Museus

“Com quantos bytes” - 15 horas

Em referência às comemorações da 16ª Semana Nacional de Museus com o tema 'Museus Hiperconectados' e ao Dia Mundial da Internet, comemorado em 17 de maio, vamos refletir sobre as potencialidades e desafios das tecnologias em nossas vidas. A data é também conhecida como o Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação. Somos todos HDs? O que você deseja guardar? Como o acervo do museu guarda suas memórias? Como um dispositivo de armazenamento, a atividade propõe ativar nossas memórias e construir um lúdico “HD coletivo”, com base nas memórias mais importantes de cada participante. Público: Família (até 20 participantes)

R. Dois de Dezembro, 107 - Flamengo – Rio de Janeiro – RJ

 

Instituto Inhotim

Na Semana de Museus, o Educativo do Inhotim propõe uma atividade em conjunto com o Muquifu - Museu dos Quilombos e Favelas Urbanas, voltada para abordagem de ambas as instituições com comunidades tradicionais. A atividade acontecerá entre os dias 15 e 20 de maio, das 9h30 às 16h30.  Além da atividade com o Muquifu, específica para a Semana de Museus, o Inhotim oferece em maio a seguinte programação:

- Visita Panorâmica

Conversa e reflexão sobre o espaço do Inhotim e seus acervos, explorando as várias possibilidades de percurso.

Quando: de terça a domingo e feriados

Horário: 11 horas e 14 horas

Onde: saída da Recepção

Público: livre

Observação: 25 vagas, inscrição no local a partir das 10h30 e 13h40, respectivamente.

- Jogo: Memorizando a Biodiversidade

No Jogo “Memorizando a Biodiversidade”, a fauna e a flora do Inhotim são os personagens principais. Crianças e adultos são convidados a conversar sobre espécies botânicas que são destaques no paisagismo dos jardins do Inhotim, além de exemplares da Mata Atlântica e Cerrado, pertencentes à Reserva Particular de Patrimônio Natural (RPPN) Inhotim. A fauna silvestre e doméstica também são ponto de partida para as discussões.

Quando: de terça a sábado e feriados

Horário: 10 às 16 horas (de terça a sexta-feira) e 10 às 17 horas (aos sábados e feriados)

Local: Estação Educativa para Visitantes (Centro de Educação e Cultura Burle Marx)

- Estação Educativa

A Estação Educativa para Visitantes é um espaço de acolhimento e apoio aos visitantes de todas as faixas etárias. Possui objetos de mediação como mini-exposição de materiais educativos, uma coleção biológica (caixa didática de borboletas) e um jogo da memória com o tema espécies da fauna e flora em Inhotim.

Quando: de terça a sábado e feriados

Horário: 10 às 16 horas (de terça à sexta-feira) e 10 às 17 horas (aos sábados e feriados)

Onde: Estação Educativa para Visitantes (Centro de Educação e Cultura Burle Marx)

R. B, 20 - Fazenda Inhotim - Brumadinho - MG


MAC

Exposições

Visões de arte no acervo MAC USP 1900-2000

(exposição de longa duração)

A exposição ocupa o sexto e o sétimo andares do edifício apresentando o século XX por meio do acervo reunido pelo MAC USP, com curadoria das docentes do Museu Ana Magalhães, Carmen Aranha e Helouise Costa. São cerca de 140 obras de artistas como Tarsila do Amaral, Amedeo Modigliani, Flávio de Carvalho, Pablo Picasso, Wassily Kandinsky, Joan Miró, Anita Malfatti e muitos outros, além de situar as relações entre o MAC USP e a Bienal de São Paulo apresentando as obras premiadas que hoje pertencem ao acervo do Museu, de nomes como Max Bill e Di Cavalcanti, por exemplo.  

A instauração do moderno

(exposição de longa duração)

A exposição tem como foco o processo de instauração da arte moderna no Brasil que é muito bem representado pelo acervo do MAC USP. São obras produzidas no início do século XX, dentro daquelas que talvez tenham sido as mais importantes vertentes da arte moderna: a pintura divisionista de Balla; o uso da linguagem abstrata (informal e geométrica) de artistas como Bérard e Vordemberg-Gildewart; a figura surrealizante de Maria Martins; e ainda as versões primitivistas de Victor Brecheret.

Samson Flexor: traçados e abstrações

Até junho de 2018

A exposição apresenta 35 desenhos e pinturas do artista que pertencem ao acervo do MAC USP. A seleção apresenta aspectos da trajetória do artista, tornando possível observar a investigação e a transformação plástica que essa produção sofreu entre os anos 1948 (quando o artista fixou residência em São Paulo) e 1960. A curadoria é de Carmen Aranha, docente do MAC USP.

MAC no século XXI – A era dos artistas

(exposição de longa duração)

A exposição apresenta um conjunto expressivo de obras que entraram no acervo do MAC USP recentemente, doadas por galerias, pela iniciativa privada, através de leis de incentivo e, principalmente, pelos próprios artistas. São mais de 100 obras de artistas como Regina Silveira, João Loureiro, Luiz Braga, Iran do Espírito Santo, Sandra Cinto, Lucas Simões, Geórgia Kyriakakys, Hugo Curti, Felipe Cama, Albano Afonso, Julio Leite, Jonathas de Andrade, Deborah Paiva, Claudio Cretti, Andrea Brown, Vânia Mignone, Marepe e Paulo Whitaker, entre tantos outros.

A casa

Até julho de 2018

Com curadoria de Katia Canton, docente do MAC USP, a exposição compartilha do espírito de estranheza comum na arte contemporânea, ao mesmo tempo lúdico e dramático, questionando os materiais e formas da construção artística, pensando os limites entre arte e design, permitindo leituras não convencionais e instigantes dos objetos e da representação dos papéis que cada obra cumpriria em sua função de domesticidade.

Vizinhos distantes: arte da América Latina no museu do MAC USP

Até junho de 2019

A exposição apresenta os repertórios artísticos latino-americanos reunidos no acervo do MAC USP ao longo de sua história. A curadora Cristina Freire, docente do MAC USP, aborda a contingência heterogênea, híbrida, plural e mestiça desse continente, que estimula um deslocamento do olhar do sul para o sul, nessa geografia crítica da arte.

Reserva em Obras

(exposição de longa duração)

Enquanto acontecem as reformas de adaptação de sua reserva técnica – o espaço em que ficam guardadas as obras que não estão em exposição – o Museu de Arte Contemporânea da USP mostra ao público parte de sua coleção “em trânsito”. São 60 obras, entre pinturas e esculturas, de artistas como Waldemar Cordeiro, Maria Bonomi, Antonio Lizárraga, John Graz, Karl Hartung, Manabu Mabe, Yolanda Mohalyi, Antoni Tápies, Serge Poliakoff, Mary Vieira, Anatol Wladyslaw e muitos outros.

Atividades Educativas

Artistas Mulheres no Acervo do MAC USP

17/05 - 14h30 às 16h30

Responsável: Maria Angela Serri Francoio

Número de participantes: 15

 O encontro tem como foco propor um diálogo com a produção das mulheres artistas do acervo. Por meio da observação das obras, pretende-se abordar questões  como o espaço da mulher como artista, o racismo, a violência doméstica, entre outras. Ao final do percurso, os visitantes serão convidados a gravar um vídeo de um minuto, apresentando uma obra de sua escolha para, posteriormente, ser postado nas mídias sociais.

Tempo e Memória – percepções relativas

19/05 - 15 horas

Responsável: Evandro Nicolau

Número de participantes: 15

O visitante será convidado a utilizar seu smartphone e produzir um pequeno vídeo, na visita ao acervo do museu, com o intuito de explorar o conceito de tempo como percepção da relação espaço, velocidade, ponto de vista e memória. Para exibir o resultado da atividade o participante será estimulado a postar o resultado do vídeo em sua rede social pessoal, como forma de conexão entre museu, público e experiência estética.

Av. Pedro Álvares Cabral, 1301 – Ibirapuera – São Paulo - SP


Museu da cidade de Salto

Ação 1: A partir do dia 15 de maio o Museu de Salto inaugura em sua exposição de longa duração a utilização de uma tecnologia atual, o QR Code, um código de barras bidimensional, que pode ser escaneado por celulares e convertido em páginas da internet. O visitante poderá, com seu aparelho de comunicação, acessar conteúdos de outros museus relacionados ao acervo e interagir colocando suas impressões e fotos da visita na página do TripAdvisor. A entrada é gratuita, de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas.

Ação 2: No dia 17 de maio, às 19h30, será realizado na Sala Giuseppe Verdi o debate 'Como nos conectamos ao museu?'

 R. José Galvão, 104 – Centro - Salto - SP

 

Museu de Arte Sacra de Santos

- 16/05 – 13 às 17 horas - Exibição do filme “Uma noite no museu”, seguida de visitação virtual pelo Museu Nacional de História Natural Smithsonian (EUA, Washington DC). (Ação educativa destinada ao público infantil de escola próxima ao museu) – Local: MASS.

- 18/05 – 14 às 16 horas – Museu numa comunicação boca a boca. Promovendo interação direta com o público do entorno, o MASS irá ao Centro Cultural Cadeia Velha exibir vídeos de exposições e projetos já realizados em um telão. No local também serão colhidos depoimentos sobre a existência do museu na cidade, e será apresentada uma mostra musical das crianças participantes do Projeto Som Bento (em que são ofertadas aulas de violão e teclado). Local: Praça dos Andradas, s/n, Centro, Santos/SP.

- 19/05 – 16h30 às 17h30 – Abertura de exposição do Projeto Intercâmbio Cultural Santos-Los Angeles. A mostra irá apresentar fotos dos grafites das duas cidades e um grafite coletivo feito pelas crianças do Morro São Bento. Local: MASS.

R. Santa Cecília, 795 - Morro de São Bento - Santos - SP


Museu do Vaqueiro

O Museu do Vaqueiro de Morada Nova tem sua programação semanal de segunda à sexta-feira, aberto nos horários de 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas. Recebe visita por agendamento e outros visitantes de forma espontânea. No período de 1º a 11 de junho, as atividades do museu são intensificadas em virtude dos festejos alusivo ao Vaqueiro, em parceria com a Associação dos Vaqueiros e Criadores de Morada.

Fazenda do Bonfim - São José de Mipibu – RN


Centro de Memória e Medicina

A programação da 16º Semana de Museus é uma exposição de curta duração, de 14/05 a 30/05 sobre a população que circula, frequenta e vive na região Hospitalar de Belo Horizonte, nas proximidades da Faculdade de Medicina da UFMG, local onde está o Centro de Memória da Medicina. Esta exposição acontecerá no “Corredor da Memória”, das 7 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. 

Exposição: “Imagens da população que vive e trabalha no entorno da Faculdade de Medicina da UFMG”.

Curadoria: Alexandre Guilherme de Azevedo Miranda de Menezes e Flávia Skau.

Endereço: Av. Alfredo Balena, 190 - Santa Efigênia - Belo Horizonte – Minas Gerais.