Boas-vindas ao novo associado


A Feambra dá as boas-vindas a seu novo associado, o Instituto Brasileiro de Cultura Científica – IBCC. Confira a entrevista exclusiva!

Feambra: Como surgiu a ideia de criar o Instituto Brasileiro de Cultura Científica - IBCC?

IBCC: Um grupo de professores buscava uma forma de apoiar as ações do Museu Itinerante Ponto UFMG. Foi sugerido a criação de uma organização da sociedade civil sem fins econômicos para que pudesse apoiar as ações do Museu Ponto e de outras instituições museológicas. Assim, o Instituto Brasileiro de Cultura Científica foi criado em 17 de dezembro de 2015 com o objetivo de apoiar ações de divulgação científica e popularização da ciência.

 

Feambra: Qual o objetivo do Instituto?

IBCC: O Instituto tem no seu estatuto os seguintes objetivos:

- Lutar pela construção de políticas públicas para a popularização da ciência, em articulação com os órgãos públicos de educação e de ciência e tecnologia para popularização da ciência como forma de promoção da cidadania, enfrentamento das desigualdades sociais e superação das questões que limitam a popularização da ciência no Brasil;

- Executar programas e projetos voltados prioritariamente para a defesa e efetivação da popularização da ciência;

- Avaliar o impacto das ações desenvolvidas pelo Instituto na popularização da ciência e tecnologia.

 

Feambra: Como funciona a atuação do IBCC, no campo museal e/ou cultural?

IBCC: Para cumprir o seu propósito, o IBCC se dedica às suas atividades por meio de execução direta de: projetos; oferta de cursos; prestação de serviços de consultoria e assessoria técnica; termos de parceria; busca de financiamento junto a entidades afins; estabelecimento de convênios de cooperação técnica.

 

Feambra: Esta atuação abrange todo território nacional ou é algo regional?

IBCC: A atuação do IBCC é de nível nacional.

 

Feambra: Qual o maior desafio já enfrentado pelo Instituto?

IBCC: O nosso maior desafio foi conseguir manter o Instituto nestes dois primeiros anos de fundação pela limitação colocada pelos editais de ter no mínimo dois anos de existência.

 

Feambra: A sociedade participa de alguma forma das tarefas diárias do IBCC? 

IBCC: Não temos participação da sociedade nas ações diárias do Instituto. Estas ações são realizadas pela diretoria executiva.

 

Feambra: O Instituto conta com a participação de voluntários? Em quais aspectos?

IBCC: A atuação dos voluntários é restrita à participação na diretoria executiva.