Exposição Tarsila Popular, no MASP, bate recorde de visitação e reacende interesse do público para visitação de museus


Há poucos dias, em 28 de julho, chegou ao fim a exposição Tarsila Popular, inaugurada em abril no Museu de Arte São Paulo (MASP). Apostando na importância da artista brasileira para a cultura do País, o museu bateu recorde de visitação e atraiu olhares mesmo daqueles que se mantêm distantes do cenário cultural no cotidiano. 
 
Antes mesmo do final da mostra, o MASP já havia estabelecido um novo recorde de visitação. Na terça, dia 23 de julho, o museu recebeu 8.818 pessoas. Os visitantes esperaram por até cinco horas nas filas que se formaram no vão livre da instituição, importante ponto turístico da cidade de São Paulo. Às terças-feiras, o MASP tem entrada gratuita.
 
Tarsila Popular alimenta o interesse do público em relação ao cenário cultural do País. Com a exposição, as pessoas viram de perto a importância internacional de uma artista brasileira. Tarsila do Amaral é uma das muitas que conquistaram seu espaço na arte, lugar esse que os brasileiros puderam visualizar de perto com obras de reconhecimento mundial reunidas no MASP.