Feambra - Especial 30 anos


A Federação de Amigos de Museus do Brasil (Feambra) comemora trinta anos em 2019. Desde sua criação, a entidade tem o papel de favorecer a formação e o desenvolvimento de Associações de Amigos de Museus em todo o território brasileiro. Sua missão contempla colaborar para a preservação e a divulgação do Patrimônio Cultural do Brasil, o que faz por meio do apoio às Associações de Amigos de Museus em toda a sua atuação. Neste ano, alcançou o número de 154 associados.
 
Para o desenvolvimento de suas atividades, a federação conta com um trabalho que segue os valores da entidade: comprometimento, respeito e ética. Com os principais objetivos de difundir o conceito de Amigos de Museus e promover e apoiar atividades artísticas, culturais e educacionais, a Feambra esteve envolvida em diversos eventos, palestras e projetos nessas três décadas. Ciente das dificuldades da imensa maioria dos museus e das Associações de Amigos de todo o País, contribui para a divulgação de todas as atividades realizadas por eles em seus canais de comunicação (site e redes sociais).
 
A Feambra é membro ativo da Federação Mundial de Amigos de Museus (World Federation of Friends of Museums - WFFM), entidade que representa as associações, museus e entidades culturais em todo o mundo. Seus eventos internacionais reúnem os países membros para discutir temas relevantes para o futuro de museus e de suas Associações de Amigos. Assim, como representante oficial do Brasil na WFFM, a Feambra tem participado destes encontros promovidos pela entidade, em países como Israel, Itália e Alemanha, sempre levando suas realizações e contribuindo para as discussões. 
 
A Feambra teve a satisfação de trazer ao Brasil, pela primeira vez, a Reunião do Conselho (Council Meeting) da WFFM e as delegações dos países membros em seu Espaço Cultural Feambra. A programação contou com duas reuniões no Museu de Arte de São Paulo (MASP), visitas a museus e a coleções de arte, além de outras demonstrações da cultura brasileira. A Assembleia Geral (General Assembly, o ato de encerramento), foi realizada no Palácio do Governo de São Paulo.
  
Nos últimos anos, a Federação de Amigos de Museus do Brasil buscou promover o interesse de jovens e adultos pelo conhecimento da cultura nacional. Por isso, desenvolveu programas, debates e materiais que são essenciais para o incentivo à visitação e a procura de entidades culturais. 
 
A Feambra se orgulha pela organização de inúmeras atividades ao longo destes anos. Destacamos algumas:
 
- Lançamento do “Guia para criação e gestão de Associações de Amigos de Museus” – volumes 1 (2014) e volume 2 (2018);
- Rodada de Conhecimento Feambra (anualmente, desde 2010)
- Bate-papo Feambra (anualmente, desde 2014).
- Lançamento do livro “São Paulo - Olhar os Museus, Olhar a Cidade” (2013);
- Campanha Férias no Museu (2015 e 2016); 
- Circuito dos Museus (2009 e 2010)
 
Além de eventos, nestes trinta anos de história, a Feambra também foi responsável por pesquisas que ajudaram a desenhar o cenário de museus no País. São elas:
 
- Pesquisa do perfil das instituições museológicas do País (2013);
- Pesquisa sobre museus e voluntários (2013);
- Projeto Voluntários: pesquisa com os museus do Brasil (2015);
- Mapeamento das Associações de Amigos dos Museus do Brasil (2015).
 
 
A Feambra é membro Gestor do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e  participa do Fórum Nacional de Museus, como indicador federal sobre as Associações de Amigos de Museus do Brasil. Também possui parceria com o Sistema Estadual de Museus do Estado de São Paulo, por meio da Unidade de Preservação do Patrimônio Museológico (UPPM).
 
A Feambra é associada ao ICOM – Conselho Internacional de Museus e em virtude de sua representatividade, participou das edições da Conferência Geral organizada do ICOM, em Xangai (2010) e no Rio de Janeiro (2013).
 
Nestes 30 anos de existência, a Feambra teve a honra de passar a centenas de voluntários a verdadeira missão da entidade e auxiliar no desenvolvimento de associações que possuem como objetivo o mesmo ideal de comprometimento, respeito e ética com o Patrimônio Cultural Brasileiro que defende.